12 novembro 2007

Carroças 2... Ainda sobre os "hurgadores"

“Espetáculo próprio dos tempos de colônia!” Assim leio em editoriais de jornais prósperos e conservadores do país, referindo-se à mesma temática do artigo anterior: os hurgadores, ou aqueles que procuram com afinco sua subsistência em meio ao lixo.

Ouço queixas acerca da falta de sinalização das carroças, dos maus-tratos aos animais, da suposta sujeira que fazem (eu pensei que eles ajudavam a diminuir o lixo, e não o contrário), do perigo no trânsito e alguns ainda apontam para a suposta ameaça inerente daqueles “outros” que remexem nosso sagrado lixo bem ali, em frente de nossas casas.

Dizem que há 8 vezes mais desses trabalhadores aqui em Montevidéu do que a média dos que se encontram em outras cidades latino-americanas.

Eu estaria longe de defender um ofício tão pouco nobre. Gostaria que fosse abolido. Desejaria que os condutores desses veículos eqüestres, muitas vezes crianças, estivessem aproveitando sua infância e adolescência de modo mais lúdico e salutar.

Mas fingir que o problema não existe ou estigmatizar quem mais sofre com essa condição não irá nos ajudar.

Uma sociedade que seja socialmente fracionada entre “nós” e os “outros” (diga-se que no Brasil o abismo infelizmente é bem maior) não possui bons prospectos para o futuro.

Falar de futuro nos remete à idéia de esperança. Tenho uma, que ainda busco alimentar. A de que o evangelho de Cristo transforme perspectivas, atitudes e políticas públicas que gerem um mundo com abismos menores e o fim de certas ocupações, que na verdade nunca deveriam ter existido.

Seria um bom começo ver esse tema sendo abordado no sermão do próximo domingo.

(Foto: © Tali KF)

4 comentários:

Betelnet disse...

Pesquisando sobre Pocitos, onde vou me hospedar a partir de amanhã 8/1/08, li o texto (sobre os judeus) e fiquei feliz por conhecer o seu blog !!!
Sou da Ig.Batista N.Jerusalém/Campinas.
Minha esposa Beth, participou, anos atrás, da ABU...
Teo Franco
http://betelnet.blogs.sapo.pt/

Ricardo Wesley M. Borges disse...

Legal Teo,
Esse mês de janeiro está sendo de muita viagem e só quase "passar" por Montevideo. Caso contrário, teria muito prazer em recebê-lo en el chiquito, pero hermoso pais...
Quando e onde Beth participou da ABU?
Sigamos em contato.
Forte abraço!

Betelnet disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Betelnet disse...

Gostaria de ter conhecido sua igreja. Fiquei no Marti Apart Hotel, veja no meu blog, estou relatando a viagem http://betelnet.blogs.sapo.pt/
A Beth participou da ABU na PUC/SP idos de 1980.
Muito cult Montevideo.
Abs
Teo Franco